Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Tarda mas não demora

por António Canavarro, em 25.04.16

 Presidente da República anuncia condecoração póstuma a Salgueiro Maia

Estive lá, e com naturalidade aplaudi. Porém, e conhecendo a personalidade de Fernando Salgueiro Maia - das mais simples que conheci - ser ou não condecorado não era a questão. Ele não foi um herói acidental, o derrube do antigo regime, e a implantação de um modelo verdadeiramente democrático - foi também um dos garantes do 25 de Novembro - era somente uma missão, que cumpriu sem nada pedir em troca!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:13


4 comentários

Imagem de perfil

De Maria Teixeira Alves a 25.04.2016 às 19:43

Tu não tens mais nada para escrever?!
Imagem de perfil

De António Canavarro a 26.04.2016 às 00:37

Eu não entendo. Não entendo mesmo o ódio de alguma da direita contra Salgueiro Maia e contra o lado bom e positivo do 25 de Abril? É o quê? A descolonização? É dar direito ás pessoas, como em qualquer país civilizado europeu, o direito à livre escolha?
Explica-me que eu não entendo. Se calhar ainda vens dizer que o Marcelo fez um frete ao ter-se deslocado a Santarém? Mas se sim, a quem o fez? Ao homem que prendeu o seu padrinho, e que o irá condecorar?
Tu és daquelas pessoas de uma certa direita que misturam tudo. É claro que até Novembro de 1975 as coisas não correram bem, porém o pós-revolução francesa - com o jacobismo - não correu bem, e ninguém ignora a sua importância, ou também achas que - tal como a Maria Antonieta- se o povo tem fome que coma brioches? É isto?
Tem atitudes mas centrais, tal como eu e o Marcelo, que a azia passa!
Imagem de perfil

De Maria Teixeira Alves a 28.04.2016 às 04:33

Central eu? Era preciso ser muito eunuca para não saber o que significa ser central. É a postura mais hipocrita e cobarde que há. Agradar a gregos e a troianos para estar sempre assegurado no seu status quo. É a antítese da natureza humana.
Eu costumo de dizer que o 25 de Abril tem muitas virtudes o pior foi que o PREC deu cabo delas.
:)
Não sou das que demoniza o Estado Novo. Realmente não sou. Mas sou deste tempo, do pós 25 de Abril. Reconheço as vantagens e os defeitos em ambos os períodos. Agora não faço a apologia de um heroizeco que no fundo nunca passou disso. Há tantos heróis. Porquê o Salgueiro Maia? Sempre fui mais apologista de pensadores do que de activistas.
Imagem de perfil

De António Canavarro a 29.04.2016 às 11:30

1|Quem é que liderou o 25 de Abril no seu essencial, o homem do terreno? Foi ele e aqueles que o acompanharam.
2| Concordo contigo que o problema do 25 de Abril foi o PREC, e por isso elogiei o 25 de Novembro, mesmo que se tenha - o que não é do meu agrado - uma constituição tendencionalmente socializante (na realidade é só o preambulo)
3|Eu, por natureza, não gosto do confronto e gosto do diálogo. Acho que resolve muitas coisas. Também gosto, quando é necessário ou salta a tampa, de dar um murro na mesa, mas é sempre (como se dizia na Guerra Fria) uma arma de último recurso. Porque ao não o fazer estou a dizer que tudo o que a direita / esquerda fazem tem que ser necessariamente mau, o que naturalmente não aceito.
4|Finalmente a cultura. Estou convencido que se não existissem agentes na chamada esquerda - Júlio Pomar, José Afonso, António Gedeão e outros - isto era uma enorme pasmaceira. A sorte de algumas pessoas mais à direita, como por exemplo os meus pais, é terem dinheiro para ir lá fora, habitualmente Paris, verem o que o regime interditava. Creio que neste ponto deverás concordar comigo, a censura é a pior dos totalitarismo. Gosto de pensar pela minha cabeça. Não sou uma ovelha!

Comentar post




Bloggers convidados

António Canavarro

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D




Links

Blogs e Jornais que sigo

  •