Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Serralves é maior do que os lobbies das minorias

por Maria Teixeira Alves, em 28.09.18

1291651.jpeg

Ana Pinho merece ser defendida de um ataque orquestrado por alguns que falam em “censura”, usam uma suposta defesa da liberdade quando no fundo o que estão mesmo a defender neste episódio são as causas minoritárias, que defendem ao ponto de subjugar o bom senso e a sanidade mental a campanhas dessas minorias, que só a eles interessa. 

Obviamente que dentro da rica obra do Robert Mapplethorpe, há uma parte da obra que invoca a homossexualidade e o sado-masoquismo, e essa deve ser reservada apenas a quem a quiser ver. Interdito a menores de 18 anos é o mínimo.

Eu mesma, maior de 18 anos, não quero ver essas fotografias e não quero ir a Serralves e tropeçar inadvertidamente nessas fotografias. Lamento.

O que me parece que aconteceu, na realidade e por detrás do pano, é que João Ribas ofendeu-se com essa interdição em nome de uma causa minoritária que é a sua, mas de que nós não queremos saber para nada.

Serralves é muito maior do que este senhor Ribas.

Shame on you João Ribas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:57


1 comentário

Imagem de perfil

De António Canavarro a 01.10.2018 às 22:02

A respeito da situação passada em Serralves escrevi algures que a arte não é para pacóvios.
Fui criticado. E ainda bem que o fui.
Fui ofensivo com os pacóvios e com a arte. Ou seja. a arte entendida no seu sentido mais lato.

Para mim, um artista nas horas vagas, a ideia de arte é algo que não tem sentido, porque a mesma supõe leituras diversas e claramente opostas, já que uma obra academicamente perfeita pode não ser, nas perspectiva de que a vê, a sente ou a usufrui, arte.
Ao artista não é exigido o mesmo que se exige a um cirurgião,a uma força da ordem e até a um juiz.
A um artista, seja plástico ou de outro ramo, não podemos exigir que agrade, embora ele dependa dos juízos que são feitos para continuar o seu trabalho e, se fizer vida disso, sobreviver! Se fosse para agradar ele deixaria de ser artista, de deixar a sua assinatura.
No entanto, é importante saber ver e compreender a arte, da mesma forma que deveríamos saber que há arte que não é para todos. Há arte que nem todos são capazes, e pelas mais diversas razões, de ver, ouvir ou sentir.
Assim: impedir que um artista exponha o que faz é ditadura! Da mesma forma que obrigar as pessoas a verem tudo o que se faz também o é!

Comentar post




Bloggers convidados

António Canavarro

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D




Links

Blogs e Jornais que sigo

  •