Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A situação na Grécia está à beira do colapso. Se tudo correr como d´habitude vamos voltar a ver uma solução à la Chipre. Isto é, com a União Europeia a confiscar os depósitos bancários.

Esta opinião é partilhada pelo blogger económico Michael Snyder. 

Do you remember what happened when Cyprus decided to defy the EU?  In the end, the entire banking system of the nation collapsed and money was confiscated from private bank accounts.  Well, the nation of Greece is now approaching a similar endgame.  At this point, the Greek government has not received any money from the EU or the IMF since August 2014.  As you can imagine, that means that Greek government accounts are just about bone dry.

*Lembra-se do que aconteceu quando o Chipre decidiu desafiar a UE? No fim, todo o sistema bancário da nação entrou em colapso e o dinheiro foi confiscado das contas bancárias privadas. Bem, a Grécia está agora a aproximar-se de um desfecho semelhante. Até agora, o governo grego não recebeu qualquer dinheiro da UE ou do FMI e não recebe desde Agosto de 2014. Como pode imaginar, isso significa que as contas do governo grego são apenas sobre osso seco.

O actual governo grego continua a insistir que nunca irá "violar o seu mandato anti-austeridade", mas a situação está a apertar. Neste momento, a taxa de desemprego na Grécia é superior a 25 por cento e o sistema bancário está à beira do colapso. Não vai demorar muito até ser desencadeado o pânico, e já há rumores de que a UE pretende confiscar o dinheiro de contas bancárias privadas, assim como eles fizeram no Chipre.

Ao longo de toda esta crise multi-ano, as coisas nunca foram tão terrível para o governo grego. Na verdade, a Grécia nunca esteve tão perto do incumprimento  de um pagamento do empréstimo ao FMI e está praticamente sem dinheiro para tudo o resto, e é suposto fazer vários pagamentos grandes nas próximas semanas ... nomeadamente pensões, e mais uma tranche de 305 milhões de euros ao FMI a liquidar no dia 5 de Junho. Nas duas semanas seguintes, há mais três pagamentos, elevando o total de junho para o FMI para mais de € 1,5 bilhão.

Atenas mal conseguiu fazer seu último pagamento (12 de maio) ao Fundo Monetário Internacional (FMI), e conseguiu fazê-lo apenas quando o governo descobriu que poderia usar uma conta de reserva, com que não estava a contar.

publicado às 13:51


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D




Links

Blogs e Jornais que sigo

  •