Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




A propósito do incêndio na Amazónia

por António Canavarro, em 22.08.19

Quando leio que parte da nossa dita floresta está a arder, o que não é mais do que um conjunto de árvores, e não uma floresta na verdadeira acepção do termo, fico triste. Fico irritado quando estes incêndios, como já aconteceu destroem casas e ceifam vida humanas.

A maioria dos casos, seja por loucura pirómana ou por interesse estratégico de alguns, são fogos postos.

Porém acontece, e num contexto a todos níveis mais grave, que Amazónia – isso sim é uma floresta – está a arder há mais de meio mês a questão é bem mais grave. E o pior é que não se trata de um problema dos brasileiros e demais estados sul-americanos. O efeito é tão grave, como grave foi a ideia populista e propagandista de Donald Trump, em querer rasgar os Acordos de Paris, anunciando ao mundo a reabertura das minas de carvão nos Estados Unidos.

Vivemos em tempos diferentes, em tempos diferentemente perigosos, onde a noção de futuro parece estar fora da equação: este é o verdadeiro perigo do populismo. Pensar o presente como um absoluto em detrimento do futuro dos seus concidadãos, e o nosso também!

P.S. - Coloco aqui o comentário, e com o qual concordo em absoluto, de um amigo do facebook.

"Quando a cúpula da Catedral de Notre Dame se incendiou, foram aberturas de telejornais, horas de directos nos vários canais de informação, manifestações (justas) de pesar e lamento pela destruição de património histórico-cultural, foram angariados centenas de milhões de euros para a respectiva reconstrução...
Agora temos a Amazónia a arder há 17 dias, e não vejo aberturas de telejornais, horas de directos nos canais de informação, debates sobre o tema, etc, etc...
Um dos pulmões do planeta arde de forma dantesca e parece que é algo de normal...
Os poderes instituídos assobiam para o lado e deixam que uma catástrofe desta dimensão decorra "alegremente"...
Espero que não, mas se calhar irá chegar o dia em que perceberemos que o dinheiro não serve para comer e beber..."

publicado às 16:13




Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D




Links

Blogs e Jornais que sigo

  •