Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Uma empresa a sério

por Maria Teixeira Alves, em 31.12.13
Quando olhamos para o que faz o BCP para cortar os custos com o pessoal em época de austeridade é que vemos o que destingue uma empresa profissional e responsável, neste caso um banco, de muitas empresas amadoras, que recorrem a técnicas pouco ortodoxas para tentar cortar com o pessoal. Ora vejamos, o que vai fazer o BCP para cortar em força os custos com pessoal:
"Este plano, que tem por objetivo principal dar cumprimento integral à obrigação de reduzir os custos com pessoal que o Banco acordou com a Direção Geral de Concorrência da União Europeia (DGComp) e o Estado português, permite defender mais de 400 postos de trabalho, fruto do acordo agora assinado e configura uma solução inovadora em Portugal, desenhada conjuntamente com as Federações Sindicais, FEBASE e FSIB.
O ajuste salarial será temporário e cessa no ano imediatamente a seguir ao pagamento do investimento público. É progressivo, por escalões remuneratórios, e não se aplica aos rendimentos mensais ilíquidos inferiores a mil euros.
Para minorar os impactos da medida de ajuste salarial, foi ainda acordado que, durante o período de vigência do acordo, os Colaboradores poderão solicitar a carência de capital dos seus empréstimos junto do banco, assim como optar pelo prolongamento do prazo de amortização até aos 75 anos.
O Conselho de Administração e a Comissão Executiva do Millennium bcp submeterão à Assembleia Geral de Acionistas uma proposta de distribuição de resultados pelos colaboradores, após o reembolso integral da ajuda do Estado, que permita devolver um valor equivalente ao do ajuste salarial temporário.
A implementação do ajustamento salarial deverá ocorrer no decurso do primeiro semestre de 2014 por estar dependente da alteração das convenções coletivas e da aprovação de uma portaria de extensão, que permita a aplicação universal deste acordo dentro dum prazo adequado ao cumprimento dos compromissos assumidos com a DGComp e o Estado Português."
Como vêem é um banco com uma boa gestão de recursos humanos. Uma empresa com uma gestão a que eu chamo civilizada. É o que falta em muitas empresas que optam por uma gestão pacóvia dos recursos humanos. Sempre com fito nas vantagens pessoais e em estratégias de poder. Aprendam com os bons exemplos, aprendam.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:37


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.




Bloggers convidados

António Canavarro

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D




Links

Blogs e Jornais que sigo

  •