Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




BCP a pagar pelo crédito fácil que deu

por Maria Teixeira Alves, em 28.07.12

"O BCP registou prejuízos de 544,3 milhões de euros no primeiro semestre do ano. Um resultado justificado pelas imparidades relativas à Grécia e a Portugal". Ora vejamos:

O BCP teve de registar as imparidades relacionadas com a Grécia, que foram de 502,2 milhões de euros, o que inclui os prejuízos do banco grego de 52,2 milhões. (O banco teve conselhos para vender o banco na Grécia antes da crise e chegou a preparar-se para vender mas com as mudanças de administração desistiu). 

Mas o mais complicado de explicar sem violar o sigilo bancário é a péssima qualidade da carteira de crédito a grandes empresários e empresas do BCP. Em Portugal, o valor das imparidades ascendeu a 425 milhões de euros, o que explica  um prejuízo de 116,5 milhões de euros, em Portugal. Quem são esses clientes que têm créditos sem colaterais suficientes? O Grupo Mello; o Manuel Fino (que depois de vender a Cimpor e ainda lhe sobram alguns milhões por pagar ao BCP); o Bernardo Moniz da Maia, a quem o BCP passou uma garantia bancária 'sem rede', para que o dono da Sogema desse de colateral a um empréstimo à UBS (assim consta); as empresas do Joe Berardo; e a outros tantos "ricos e grandes gestores" portugueses. Esse é o verdadeiro pecado do BCP... lembrem-se que este ano já tinha sido apurado pelo Programa Especial de Inspecções (SIP), pedido pela troika aos bancos portugueses, um montante em falta de 381 milhões de euros de imparidades por registar nas contas consolidadas do Grupo e que teve de ser feito. 

Mas a casa continua por limpar porque o Grupo Mello ainda não reforçou suficientemente os colaterais do empréstimo ao BCP e Manuel Fino ainda não saldou toda a dívida, e por aí fora. 

A comparar com isto a trama das velhas 17 offshores é brincadeira de meninos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:43


3 comentários

Sem imagem de perfil

De António Pereira de Carvalho a 28.07.2012 às 22:45

Como GENIALMENTE diria Pessoa, "brincadeira de crianças com escritório e escrita".
Sem imagem de perfil

De Limpido a 04.08.2012 às 14:59

E será que os depositantes estão seguros ?
Se contatarmos com os balcões BCP, verificamos uma degradação do nível de serviço e uma oferta de serviços
e preços que facilmente é ultrapassada pela concorrência.
Onde está a competitividade do banco ?
Repetem-se as histórias de documentação desaparecida nos processos, de emails que não chegam aos destino, de reclamações que ficam sem resposta .
Cuidado clientes com os seus depósitos.
Cuidado clientes com as comissões e taxas de juros, que são aplicadas.
Imagem de perfil

De Maria Teixeira Alves a 07.08.2012 às 10:47

Com as comissões e taxas e preciso cuidado, quanto a pensar que um depósito (acima de 100 mil euros, uma vez que até aí há um Fundo de Garantia) pode estar em risco, já não me parece muito provável. Os bancos na Europa não vão à falência, quanto muito serão nacionalizados.

Comentar post




Bloggers convidados

António Canavarro

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D




Links

Blogs e Jornais que sigo

  •