Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Misantropos

por Maria Teixeira Alves, em 26.04.12

Pedro Mexia no Mundo dos Vivos

 

"Alceste, meu próximo

 

(...) O misantropo gosta de poucas pessoas, pessoas que conhece e uma de cada vez. Gosta da humanidade, mas não da Humanidade [multidão]. Claro que também há falsos misantropos. Os niilistas, por exemplo, parecem detestar toda a gente, mas gostam mesmo é da boémia (...). O niilismo é um ressentimento sofisticado, e o verdadeiro misantropo não é ressentido, é um puritano. Pode ser pessimista antropológico, mas ainda assim cultiva, no fundo, alguma ilusão sobre a espécie, que justificam que se desiluda, ou que viva em permanente desilusão. (...).

Escrevendo sobre o misantropo (1666) de Moliére, peça que traduziu, Vasco Graça Moura diz: «[Alceste, o protagonista] opõe-se à sociedade do seu tempo  pela sua exigência de rigor, franqueza e sinceridade totais nos comportamentos, rejeitando qualquer espécie de convenção hipócrita nas relações entre as pessoas. Essa exigência ética fá-lo soçobrar num pessimismo irremediável e numa crescente recusa de contactos com o género humano, a ponto de pôr em causa as sua próprias amizades».

(...) O misantropo detesta a pieguice, a frase feita, a bondade usada na lapela (...), os consensos fabricados, a feira de vaidades mundanas (...). O que Alceste de Moliére não suportava era a civilidade como mentira, o culto das aparências, a lisonja como estratégia, a bonomia como farsa, a empatia como embuste. Os misantropos só gostam verdadeiramente de alguma coisa ou de alguém se for uma distinção, uma afinidade electiva, caso contrário gostamos de tudo e de todos e isso não vale nada."

 

Senti-me compreendida!

publicado às 13:42


6 comentários

Sem imagem de perfil

De António Pereira de Carvalho a 26.04.2012 às 18:29

“Paz na terra aos homens de boa vontade. Isto é, paz para muito poucos.”
Millôr Fernandes
(16.8.1923-27.3.2012)
88 anos
Sem imagem de perfil

De António Pereira de Carvalho a 26.04.2012 às 18:32

SEM MARGEM A DÚVIDAS
Se você ainda mantém
A intenção moral-visual
De só encarar homens de bem
Segue este meu conselho:
Sai da rua,
Vai pra casa,
Tranca a porta
E quebra o espelho.
Millôr Fernandes
(16.8.1923-27.3.2012)
88 anos
Sem imagem de perfil

De António Pereira de Carvalho a 26.04.2012 às 18:35

Alguém terá dito que "a hipocrisia é uma forma superior de educação". Costumo dizer que ela poderá ser uma forma superior, mas de abjecção.
Sem imagem de perfil

De António Pereira de Carvalho a 26.04.2012 às 18:37

Antes bem acompanhado do que só. Mas antes só que mal acompanhado.
Sem imagem de perfil

De António Pereira de Carvalho a 26.04.2012 às 19:01

“A mediocridade é a arte de não ter inimigos”
Luis Felipe Angell (Sofocleto)
(1926-2004)
Sem imagem de perfil

De António Pereira de Carvalho a 26.04.2012 às 19:16

"A questão que às vezes me deixa louco:
Louco sou eu, ou são os outros ?"
Albert Einstein
(1879-1955)

Como te compreendo, Albert!!!

Comentar post




Bloggers convidados

António Canavarro

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D




Links

Blogs e Jornais que sigo

  •