Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Alberto e Charlene

por Joana Mello, em 04.07.11

 

Todos os herdeiros das actuais monarquias reinantes europeias estão casados com plebeias ou plebeus, sem sangue real nem aristocrata, descendentes de taxistas, mineiros, piratas etc. E ainda bem, se os nobres continuassem sempre a casar entre si acabariam feios, gordos, estúpidos e com graves problemas de saúde, como era o caso antigamente (salvo raras excepções). O sangue deve ser renovado e Alberto do Mónaco também não quis fugir à regra. Já a noiva é que parece ter querido fugir-lhe a dias do casamento, segundo o L'Express, pelo menos.

Quem acompanhou a emissão televisiva há-de ter estranhado a falta do habitual carinho e sorrizinhos entre os noivos, as mãos dadas com demasiada força etc. Nada disso, Alberto mal olhou para a noiva, nunca sorriu e quando ela chorou não se mostrou afectado. As famosas irmãs idem, nem um sorriso para as câmaras, excepto quando posaram para as revistas. E por isto só quem viu a emissão televisiva (e está em casa desempregado) pôde aperceber-se desta frieza, o que as revistas mostram não é real (e também tenho visto muitas já que a minha mãe está no hospital).

Alberto do Mónaco precisa urgentemente de um filho, caso contrário o principado volta para o domínio francês, (segundo dizem na Visão). Para esse fim escolheu uma ariana de excelente forma física, mas de cabeça muito instável pois a rapariga não pensou duas vezes antes de pôr em perigo o nome, os negócios, a diplomacia e a própria existência do pequeno principado. Isto promete a boa trapalhada amorosa a que o Mónaco já nos habituou.

publicado às 19:46
editado por Maria Teixeira Alves às 23:41


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.




Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D




Links

Blogs e Jornais que sigo

  •