Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Não são raros os vídeos que mostram o crescimento de flores em alta velocidade. E com corais, já viu? Prepare-se para 3 minutos e 38 segundos de espanto.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:44

Novo Banco surpreende com rácio de 8,5%

por Maria Teixeira Alves, em 02.12.14

Há duas notícias, uma boa e uma má, sobre o Novo Banco, qual é que prefere ouvir primeiro?

Quatro meses depois da resolução, o Banco de Portugal vai divulgar activos líquidos acima de 70 mil milhões de euros, pondo-a como o terceiro maior banco do sistema português. Isto é, mantém o mesmo lugar no ranking que cabia ao BES. 

Os bancos BPI e Santander, que o cobiçam, têm 40 mil milhões de euros de activos cada um, se o comprarem ficam o maior banco português acima da Caixa Geral de Depósitos que tem 100 mil milhões de euros de activos.

O rácio mínimo de capital exigido pelo BCE para a banca europeia, que é de 8%, é ultrapassado pelo Novo Banco que tem 8,5%.

Os depósitos estão a recuperar, diz Eduardo Stock da Cunha.

A má notícia é que a litigância já começou. O gestor de falência nomeado pelo Tribunal luxemburguês quer anular a resolução do BES, determinada pelo Banco de Portugal, e, como consequência, extinguir o Novo Banco. Quer recuperar os activos e os passivos e anular todo o processo.

Laurence Jacques foi nomeado pelo Tribunal do Luxemburgo como gestor de falência da "holding". Neste âmbito, o seu objectivo é tentar recuperar activos e proteger "exclusivamente" os interesses dos credores da Espírito Santo Financial Group (ESFG). É este gestor de falência da ESFG que decidiu interpor dois processos no Tribunal Administrativo de Lisboa. pois "acredita que a decisão do Banco de Portugal de resolução do BES, tomada a 3 de Agosto, é ilegal", uma vez que, de acordo com especialistas, "viola a Constituição portuguesa e a lei da UE." Acima de tudo, a resolução do BES é "ilegalmente danosa para a ESFG como accionista do BES e para os seus credores", de acordo com a PLMJ – Sociedade de Advogados, que será o representante da ESFG em Portugal e terá a missão de tratar dos processos interpostos pelo gestor de falência da ESFG. Um processo pede para que seja declarado "nula e vazia a decisão de resolução do BES adoptada pelo Banco de Portugal" e "consequentemente a extinção do Novo Banco", bem como transferência de "todos os activos e responsabilidade do Novo Banco (ou o seu valor)" de volta para o BES.

Emerge uma questão. Quem suportará este ónus na venda do Novo Banco?

 O segundo processo quer que seja determinada a nulidade "da decisão adoptada pelo Banco de Portugal a 30 de Julho de 2014 de suspender os direitos de voto da ESFG no BES e recuperar o exercício irrestrito dos direitos de votos directos e indirectos do BES." 

Os accionistas do BES perderam tudo. O BES era o melhor activo da ESFG.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:13

Pág. 2/2




Bloggers convidados

António Canavarro

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D




Links

Blogs e Jornais que sigo

  •