Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Diferenças

por António Canavarro, em 28.06.11

 

Rod Blagojevich, o antigo governador do estado do Illinois, foi condenado por vários crimes de corrupção e enfrenta uma pena que poderá ir até 300 anos de prisão. E por aqui como é que seria?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:16

Garganta Funda

por António Canavarro, em 28.06.11

 

Pode-se acreditar em tudo o que se ouve, mesmo que vindo de uma espécie de "espectador comprometido"? Marcelo Rebelo de Sousa foi ultrapassado pela realidade. Afinal Bernardo Bairrão, Administrador da Media Capital, fica fora do governo tendo sido preterido pelo centrista e cabeça de lista do CDS - PP por Santarém, Filipe Lobo d' Ávila.

 

 

Ver aqui o interessante post da MTA sobre este assunto.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:59

Adeus a um grande português

por António Canavarro, em 27.06.11

 

Morreu Salvador Caetano, um grande português. São pessoas como ele que este país precisa!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:03

A ambiguidade das palavras

por Maria Teixeira Alves, em 27.06.11

O Expresso publicou no último sábado um novo estatuto editorial. A primeira pergunta que nos vem à mente é porque um novo estatuto? Havia alguma coisa de mal com o anterior? A segunda coisa que nos vem à mente é porquê agora? Porque o Governo mudou? Ou porque o Director do Expresso mudou?

Lendo o que está escrito no novo estatuto editorial, chama a atenção os pontos 7 e 8:

 

7. O Expresso sabe, também, que em casos muito excepcionais, há notícias que mereciam ser publicadas em lugar de destaque, mas que não devem ser referidas, não por auto-censura ou censura interna, mas porque a sua divulgação seria eventualmente nociva ao interesse nacional. O jornal reserva-se, como é óbvio, o direito de definir, caso a caso, a aplicação deste critério.

8. O Expresso sabe, igualmente, que a publicação insistente de determinados assuntos - do crime e do sexo às baixezas da vida política e económica - poderia aumentar a venda de exemplares, mas recusa-se a alimentar qualquer tipo de sensacionalismo que ponha em perigo o jornalismo de qualidade que sempre pretendeu fazer (...).

 

Há coisas que são óbvias e implícitas e como tal não precisam de estar escritas, porque ao estarem escritas tomam forma de lei, e nessa medida tornam-se perigosas. Evidentemente que, se calhar venderia muito saber quantos políticos ou gestores são discípulos das taras strauss-khanianas, mas eu percebo que um jornal como o Expresso não as publique.  Mas é preciso isto vir escrito numa tábua de mandamentos? Não. É demasiado vago, e por isso exige logo que se elenque exaustivamente os casos que cabem neste ponto 8, sob suspeita de caber lá tudo.

O ponto 7 é mais dúbio e por isso mais criticável. O que são casos muito excepcionais? Até onde vai esse conceito? "O jornal reserva-se o direito de definir caso a caso a aplicação deste critério", apetece-me perguntar logo: Querem um lápis azul?

 

Depois de defender a independência do jornal e dos jornalistas, o jornal parece desorientado numa sucessão de normas que contradizem as anteriores. Reparem :

"1. O Expresso defende, desde sempre, a liberdade de expressão e a liberdade de informar, bem como repudia qualquer forma de censura ou pressão (...)" para depois dizer no ponto 7. "há notícias que mereciam ser publicadas em lugar de destaque, mas que não devem ser referidas"

 

"5. O Expresso sabe, que é indispensável, em cada momento, distinguir entre as notícias - que deverão ser, tanto quanto possível, objectivas, circunscrevendo-se à narração, à relacionação e à análise dos factos para cujo apuramento devem ser ouvidas as diversas partes - e as opiniões que deverão ser assinadas por quem as defende, claramente identificáveis e publicadas em termos de pluralismo". Para logo dizer: "

O Expresso toma posição através de editoriais não assinados que vinculam a posição do jornal".

 

Já que insistem em regras, então falta aqui uma regra fundamental:

Os jornalistas podem não se rever na opinião editorial do jornal não assinado... e isso devia estar salvaguardado. Porque ao não estar assinado o jornal impõe uma ideologia a todos os jornalistas. Pode-se sempre cair na ditadura do politicamente correcto, que é em si, um obstáculo à liberdade de pensamento e de expressão.

Depois é preciso ver que a imparcialidade pura não existe. Basta escolher uns factos em detrimento de outros e já se está a cair na falta de parcialidade.

 

Pelo que o melhor é deixarmo-nos guiar pelo velhinho BOM SENSO.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:23

Queijo?

por António Canavarro, em 27.06.11

Quando li que Daniel Campelo vai ser o próximo Secretário de Estado da Agricultura só uma palavra veio à mente: Queijo!

Porque será? 

 


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:12

Paspalho completo

por António Canavarro, em 26.06.11

Neste país. desde que ele se foi nada acontece...até chateia. Mas não é disso que os blogues vivem, o seu O2?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:41

Feitiço

por António Canavarro, em 25.06.11

Um grande tema dos Demon Fuzz.

Simplesmente genial esta música de 1970. Um clássico.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:44

Morreu o fantástico detective Colombo

por Maria Teixeira Alves, em 24.06.11

Peter Falk, sofria de Alzheimer. Acabei de ler no Facebook que morreu, aos 83 anos. Era um actor fantástico, e a série, para quem como eu gosta de policiais, era um must!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:41

Bate fundo...bem fundo e era uma vez uma estrela

por António Canavarro, em 24.06.11

Quase que daria para fazer um triste poema, mas a realidade é esta mesmo.  Amy Winehouse já deu o que tinha a dar! Depois da triste figura no Rock in Rio ela brindou os sérvio, recentemente em Belgrado, com um espectáculo deplorante. Resultado imediato: ela cancelou todos os espectáculos marcados para este verão, incluindo o Festival do Sudoeste. A estrela ficou (de)cadente!

 


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:35

E você já pensou ser um "worldwide" DJ?

por António Canavarro, em 24.06.11

 

Não? Se sim o Turntable.fm é o site do momento feito à sua medida e  basta estar "logado" no seu Facebook ou no Twiter.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:20




Bloggers convidados

António Canavarro

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D




Links

Blogs e Jornais que sigo

  •