Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




O rei vai nu

por Maria Teixeira Alves, em 28.01.16

Eis a realidade do Orçamento de António Costa:

O Governo considerou no esboço do Orçamento do Estado para 2016 as reversões das medidas de austeridade como medidas extraordinárias, erradamente segundo a UTAO, e foi essa forma de contabilização que permitiu apresentar a Bruxelas uma redução, ainda que de apenas 0,2 pontos percentuais, do défice estrutural. Segundo os técnicos, se as medidas forem consideradas da forma habitual, como dizem as regras, não existe uma redução, mas sim um aumento do défice estrutural.

A identificação indevida de medidas one-off de agravamento do défice orçamental, i.e. operações que aumentam despesas ou diminuem receitas, contribui para melhorar artificialmente o esforço orçamental, interferindo com a medição da variação do saldo estrutural conforme estabelecido no Pacto de Estabilidade e Crescimento e refletido na Lei de Enquadramento Orçamental”, dizem os técnicos que trabalham junto da comissão de orçamento e finanças.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:19

Se eles querem voar, o galo não bebe!

por António Canavarro, em 28.01.16

 

Hoje, o Presidente francês, François Hollande, cancelou o almoço com seu homologo iraniano, porque se recusou a servir uma refeição tradicional sem vinho.

O argumento apresentado pode até ter sentido - “o islão até pode proibir o consumo de álcool mas há também os valores republicanos franceses”, mas, para mim, é mais uma forma vil de submissão dos europeus, e no caso dos franceses, ao outro.

Como o objecto da visita a Paris de Hassan Rouhani e sua comitiva é a compra de 114 Airbus, estou certo que Hollande, por uma vez, é um digno Presidente de um país que tem como símbolo nacional o galo. Ou seja, pôs-se de cócoras! 

Em suma: os milhões da venda dos Airbus são bem mais importantes do que uma boa pinga e os galos, que eu saiba, não voam!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:57

O mais fascinante da masculinidade

por Maria Teixeira Alves, em 28.01.16

19221648_DKYiH (2).jpeg

Oiço muitas vezes os homens queixarem-se que não percebem as mulheres. Mas as mulheres são muito simples de perceber, gostam neles daquilo que eles acham que têm de combater ou auto-controlar: gostam do instinto, da irracionalidade, daquele brilho da espontaneidade.

Os homens, ao contrário, sabem que a sua natureza tem uma enorme força, e por isso consideram que sucesso pessoal é conseguir controlar esse instinto. Sucesso implica dominar a vontade e o irracional para atingir um objectivo pensado e escolhido. As sociedades também cultivam esse culto: o da racionalidade, o da estratégia, o do calculismo. Em nome da competitividade, dar passos bem pensados, mesmo que isso esteja em contramão com o seu ser. Os homens querem ter o controlo de tudo, até da vontade, e que maçador que isso é. 

As mulheres não gostam do homem calculado, gostam do oposto, do irracional, do que perde o controle. E não gostam dos homens que dão tudo quando têm uma finalidade e não dão nada quando deixam de a ter.  

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:30

Contra-corrente

por Maria Teixeira Alves, em 28.01.16

Sobre esta coisa das estátuas serem tapadas em Itália, durante a visita do Presidente iraniano, Hassan Rouhani, e em França o Hollande ter cancelado o almoço com Rouhani porque não podia ter vinho. Só tenho a dizer uma coisa: quem recebe tem de agradar o convidado. O resto são tretas, más educações e obsessões desnecessárias.

Um rei se receber um convidado que come com as mãos, deve também ele comer com as mãos para não fazer o convidado sentir-se mal.

Gostava ainda de lembrar que a Michele Obama (mulher do presidente dos Estados Unidos) quando foi em visita de Estado à Arábia Saudita foi de cabelo destapado. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:29

Uma imagem que diz tudo.

por António Canavarro, em 28.01.16

 Pois diz, e lê-se em inglês.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:02

 

 

302456.jpg

“Men, Return To Your Virtues! Fight Back-We Need A Male Revolution!” 

European men are desmasculinized, many act like women.

Eis como a jornalista dinamarquesa, Iben Threholm, relata sem medo, que o feminismo tem destruído a cultura europeia e criou uma sociedade de homens fracos e moles, cobardes que não podem defender as suas próprias mulheres contra a selvageria que ocorreu na passagem de ano em Colónia na Alemanha. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:10

Vestidas (e a rigor) e a Europa ajoelhada 

por António Canavarro, em 27.01.16

Mulheres1.jpg

 Nesta imagem temos, da esquerda para a direita, a Imperatriz Lívia (mulher de Augusto), uma mulher com véu e uma mulher vestida imitando a deusa egípcia Íris.

A três estão vestidas a rigor. Nada de mal nisto, quando na história do ocidente, e em particular na história da arte, e antes da moral vitoriana, o nu era "quase" regra.

Este texto, porém, não tem a ver com arte, nem tampouco com fáceis moralismos. Tem a ver connosco, ocidentais, e a nossa submissão ao outros!

Ou seja, estando em completo acordo com a direita e a esquerda italiana, não entendo o que terá passado na cabeça de Matteo Renzi, o primeiro-Ministro Italiano, ao decidir, por ocasião visita oficial do Presidente do Irão, Hassan Rouhani, cobrir as estátuas nuas dos Museus Capitolinos, em Roma!

Na base desta decisão estão um conjunto de acordos que valerão aos cofres transalpinos cerca de 17 mil milhões de euros. É massa, é muita massa! Porém, nem mesmo um bom negócio, nada, nada mesmo, justifica a venda da identidade cultural dos italianos, que por arrasto é, também, a nossa!  

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:03

Rezem por nós

por Maria Teixeira Alves, em 27.01.16

Um grande acontecimento da actualidade foi este encontro entre o Papa Francisco e o presidente da República Islâmica do Irão, Hassan Rouhani, no Vaticano.
Esta foi a primeira audiência de um líder iraniano com o Papa em mais de 16 anos, depois de Mohammad Khatami se ter reunido com João Paulo II em 1999.
Foram discutidos todos os temas que preocupam o mundo. Do lado do Vaticano, o secretário de Estado, cardeal Parolin, já afirmou que “a Santa Sé não tem uma estratégia geopolítica própria. O que a diplomacia vaticana deseja, afirma, é “construir pontes, promover o diálogo, combater a pobreza e edificar a paz”.
O Papa pediu ao Presidente do Irão, Hassan Rouhani, para que trabalhe em prol da paz e que ajude no controlo do terrorismo e do tráfico de armas. A guerra da Síria esteve no centro do encontro. O Irão é dos maiores aliados do chefe de governo sírio Bashar-al Assad.
Rouhani, por sua vez, acabou o encontro a pedir ao Papa ​“Reze por mim”.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:20

Foto: Victor Machado

O presidente do Santander Totta ainda se vai tornar no banqueiro da champions league nacional, um lugar que em tempos coube ao Jardim Gonçalves, ao Ricardo Salgado e agora está em Nuno Amado. O Santander Totta vai acabar por ser o maior banco nacional. Já faltou mais.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:02

Um país de absurdos

por António Canavarro, em 26.01.16

A reacção da Comissão Nacional de Eleições a um suposta violação às leis eleitorais por Paulo Portas quando disse, e depois de ter votado, que tudo “podia ficar resolvido à primeira volta” supondo uma aparente indicação de voto, é um completo absurdo pois é uma constatação óbvia!

Estes supostos momentos de reflexão não levam a lado nenhum. A maioria dos votantes sabe de antemão quem merece o seu escrutínio. Se tiverem duvidas que votem em branco, que façam um bonecos, escrevam umas baboseiras. Enfim anulem o voto, mas votem!

Finalmente é uma constatação óbvia porque, sendo esta a única eleição maioritária em Portugal, a realização uma segunda volta, que teria lugar 3 semanas depois, é uma imensa perda de tempo, e de dinheiro! Por outro lado, a Comissão Nacional de Eleições tem dois pesos e duas medidas. De facto, e como sublinha o CDS-PP, eles nada disseram e fizeram quando, nas eleições legislativas, o malabarista Costa incentivou descaradamente, e de forma bem mais veemente, ao dizer "estar “confiante” no resultado PS"!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:28

Pág. 1/5




Bloggers convidados

António Canavarro

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Links

Blogs e Jornais que sigo

  •