Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Uma empresa a sério

por Maria Teixeira Alves, em 31.12.13
Quando olhamos para o que faz o BCP para cortar os custos com o pessoal em época de austeridade é que vemos o que destingue uma empresa profissional e responsável, neste caso um banco, de muitas empresas amadoras, que recorrem a técnicas pouco ortodoxas para tentar cortar com o pessoal. Ora vejamos, o que vai fazer o BCP para cortar em força os custos com pessoal:
"Este plano, que tem por objetivo principal dar cumprimento integral à obrigação de reduzir os custos com pessoal que o Banco acordou com a Direção Geral de Concorrência da União Europeia (DGComp) e o Estado português, permite defender mais de 400 postos de trabalho, fruto do acordo agora assinado e configura uma solução inovadora em Portugal, desenhada conjuntamente com as Federações Sindicais, FEBASE e FSIB.
O ajuste salarial será temporário e cessa no ano imediatamente a seguir ao pagamento do investimento público. É progressivo, por escalões remuneratórios, e não se aplica aos rendimentos mensais ilíquidos inferiores a mil euros.
Para minorar os impactos da medida de ajuste salarial, foi ainda acordado que, durante o período de vigência do acordo, os Colaboradores poderão solicitar a carência de capital dos seus empréstimos junto do banco, assim como optar pelo prolongamento do prazo de amortização até aos 75 anos.
O Conselho de Administração e a Comissão Executiva do Millennium bcp submeterão à Assembleia Geral de Acionistas uma proposta de distribuição de resultados pelos colaboradores, após o reembolso integral da ajuda do Estado, que permita devolver um valor equivalente ao do ajuste salarial temporário.
A implementação do ajustamento salarial deverá ocorrer no decurso do primeiro semestre de 2014 por estar dependente da alteração das convenções coletivas e da aprovação de uma portaria de extensão, que permita a aplicação universal deste acordo dentro dum prazo adequado ao cumprimento dos compromissos assumidos com a DGComp e o Estado Português."
Como vêem é um banco com uma boa gestão de recursos humanos. Uma empresa com uma gestão a que eu chamo civilizada. É o que falta em muitas empresas que optam por uma gestão pacóvia dos recursos humanos. Sempre com fito nas vantagens pessoais e em estratégias de poder. Aprendam com os bons exemplos, aprendam.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:37

Bom ano

por Maria Teixeira Alves, em 30.12.13

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:48

Como governar by Cícero

por Maria Teixeira Alves, em 22.12.13

 

Marco Túlio Cícero viveu nos 100 anos Antes de Cristo e já nessa altura dizia "Os chefes têm de possuir um carácter e uma integridade excepcionais". Hoje continua a ser verdade e continua ser necessário dizer porque poucos lêem Cícero. 

Outras frases intemporais de Cícero:

"A inteligência não é uma palavra feia"

"O compromisso é a chave para que as coisas se façam"

"Nunca comecem uma guerra injusta"

"A lei justa é a que resulta da harmonia entre o raciocínio correcto e a natureza"

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:25

Uma questão de gosto

por António Canavarro, em 20.12.13

 

 

Devo reconhecer que às vezes estou a milhas da realidade. Poderia argumentar que me estou nas tintas para a realidade, argumentando que o meu médico não deixa, que a bem da minha saúde, que a realidade me aflija. Porém, a questão é outra. Como dizia Ortega Y Gassett, "nós somos nós e a nossa circunstância", pelo que quando li o que José Miguel Júdice argumentou, e estou de acordo com ele, sobre a polémica em torno do polémico vídeo de lançamento da Sociedade de Advogados Maria do Rosário Mattos e Associados, e dizem ser uma espécie de uma Ally McBeal à portuguesa, valendo a façanha um  inquérito por parte da Ordem do Advogado, porque terá violado as "regras de publicidade e de decoro", eu estava a milhas da polémica, e apressei-me, desde logo, a querer vê-lo, e dizer de minha justiça! Acontece que não consigo aceder ao mesmo, porque as meninas argumentaram que a sua apresentação viola o direito de autor. Viola? Mas desde quando é que alguém que quer fazer publicidade a si mesmo acha que a visualização do mesmo viola os direitos de autor? Efectivamente, há nesta história alguma coisa que não bate certo!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:19
editado por Maria Teixeira Alves a 23/12/13 às 23:14

Masoquismo à "la carte"

por António Canavarro, em 20.12.13

 

Eu bem sei que esta é a época do ano em que todos os desejos são possíveis e desejáveis. Sim é verdade, todos os dias, seja por correio electrónico ou no Facebook, entre amigos e outros desconhecidos, recebemos votos de boas festas e, principalmente, de bom ano. Pura utopia. Desejar bom ano aos portugueses (pelo menos à grande maioria dos nossos concidadãos) parece ser, antes de tudo, publicidade gratuita á obra do comunista e filósofo português,  José Barata Moura: “Da Mentira: Um Ensaio - Transbordante de Errores!”. Ou se preferirem, um exercício de masoquismo "à la carte"

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:51

O Tribunal Constitucional chumbou a uniformização das Pensões da Caixa Geral das Aposentações com o regime privado que implicava um corte de 10%. O príncipio "Todos os cidadãos têm a mesma dignidade social e são iguais perante a lei", parece só se aplicar às vezes. E o que sobra deste chumbo unânime do corte de 10% das Pensões da Função Pública? Mais contribuição extraordinária de solidariedade (para todas as pensões da CGA acima de 1.350 euros), mais IVA, mais tempo de sobretaxa. 

O CGA tem de receitas 4 mil milhões e distribui 8 mil milhões em pensões, como é que se resolve isto? Se qualquer medida pode esbarrar neste princípio da confiança. 

Quem nos salva deste Palácio Ratton? A lei não funciona para nada neste país, toda a gente actua numa fronteira ténue da ilegalidade, e de repente a Constituição serve para justificar todos os bloqueios ao ajustamento.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:59

O rating, o Montepio e o Económico

por Maria Teixeira Alves, em 19.12.13

No passado dia 7 de Outubro, escrevi no Diário Económico um artigo, com base num aviso da Moody´s que me chegou às mãos, que a agência de rating revia em baixa o rating da dívida do Montepio Geral. A revisão prendia-se com a pressão maior sobre a qualidade da carteira de crédito do Montepio Geral. O presidente do banco desmentiu, barafustou, e insinuou uma perseguição deliberada ao Montepio.

Mas, na verdade a única coisa em que pecava o artigo era na exagerada antecipação da notícia, porque essa revisão em baixa estava a ser anunciada para ocorrer no prazo de três meses.

O Diário Económico, reservou uma pequena parte do seu precioso e escasso espaço para desmentir a notícia. Por pouco não punha em título "o Diário Económico Errou", mas na verdade acabou por sair "Rating do Montepio Correcção", com a seguinte explicação: "A decisão da agência, anunciada quarta-feira passada, foi contudo colocar a notação de dívida de longo prazo do banco em revisão, o que não implica 'downgrade' mas maior probabilidade de tal acontecer no futuro (...)" e conclui, "pelo erro, as nossas desculpas aos nossos leitores".

A nota de Outubro, falava em 'review for downgrade', o que é o aviso que VÃO rever em baixa. E não "a maior probabilidade de tal acontecer  no futuro", como foi escrito. 

A prova de que era uma inevitabilidade está aí:


COMUNICADO
A Caixa Económica Montepio Geral informa que a agência de notação financeira Moody’s Investors Service, anunciou hoje uma revisão em baixa das notações de rating atribuídas à Caixa Económica Montepio Geral.
(...)
Com exceção do rating de curto prazo, todas as restantes notações mantêm um Outlook negativo.
Lisboa, 19 de Dezembro de 2013

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:39

Fome de arte

por António Canavarro, em 19.12.13

 

Hoje estive em Lisboa. Estar na capital, e ter tempo para ver duas exposições de grande qualidade é um luxo, e uma boa maneira de matar a fome de arte!

Estive na Culturgest a ver algumas obras da sua colecção, o que valeu bem a pena. Porém, o que eu gostei mesmo foi ter visitado foi a exposição, no Museu do Oriente, dos trabalhos de Masaaki Miyasako, justamente considerado um dos mais prestigiados artistas japoneses da actualidade, e que só estará patente até ao próximo dia 29 deste mês! A não perder

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:43

SE O SENHOR NAO EDIFICAR A CASA

 

EM VÃO TRABALHAM

 

OS CONSTRUTORES

(Salmo 127)

 

 

Construção do Mosteiro

de Nossa Senhora do Rosário

 

Couço - Concelho de Coruche. Diocese de Évora

 

***

 

Se quiser ajudar as Monjas de Belém com o seu contributo

para as obras do Mosteiro pode fazê-lo para o

 

NIB 0007 0000 00830470739 23

(Titular: Mosteiro das Monjas de Belém)

 

 

As contribuições são dedutíveis em sede de IRS. Basta pedir um recibo às:

 

Monjas de Belém, da Assunção da Virgem e de São Bruno

Quinta do Calhariz

2970-210 Sesimbra

 

Tel. 916 95 46 47

Fax. 212 68 09 27

  

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:05

Inédito

por Maria Teixeira Alves, em 14.12.13

Neva no Egipto!

Foto: Arab Winter, unmetaphorically.

O Egipto está no gelo. Depois da Primavera Árabe, da queda do Mubarak, e da neve nas pirâmides, só mesmo o Tutankamon levantar-se do túmulo para acreditar que o Egipto foi mesmo amaldiçoado!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:13

Pág. 1/5




Bloggers convidados

António Canavarro

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Links

Blogs e Jornais que sigo

  •