Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Enrico Letta (foto AP)

Portugal não tem o dinheiro de Itália, não tem as poupanças dos italianos, não tem a indústria de Itália, não tem o PIB italiano, tem uma situação altamente dependente dos países ricos da União Europeia, e no entanto tem cá uma soberba. Cria conflitos, recorre à intriga, pressiona o presidente, faz o que pode para destabilizar a ajuda europeia. Critica o Governo, critica a austeridade como se fosse uma escolha. O líder do PS e o PS (sobretudo aquele Pedro Silva Pereira) combatem um Governo de maioria, querem à força correr com o Governo para irem para lá (com minoria no parlamento o que tornaria tudo mais dificil). António José Seguro não apoia nenhuma medida do Governo. O PS não quer alterar a constituição para reformular o Estado Social. O Tribunal Constitucional chumba medidas de austeridade do Orçamento de Estado. Portugal que não tem nada para dar, faz o que pode para tornar a ajuda europeia impraticável, faz o que pode para deixar sem saída os pares europeus.

No 25 de Abril o Presidente da República fez um discurso sensato, e pediu aquilo que é óbvio: consenso político e social para sair da crise. E a oposição, os jornalistas, os comentadores, etc, criticaram o Presidente, acusaram-no de estar com a Direita! For god sake!

Agora vejam Itália um país que tem uma força económica que Portugal nunca terá dentro da União Europeia, um país que NÃO ESTÁ INTERVENCIONADO PELO FMI: Acaba de formar governo de UNIÃO NACIONAL; uma coligação esquerda-direita, composta por 21 ministros da maioria dos partidos italianos.

O vice-primeiro-ministro de Letta é Angelino Alfano, um próximo de Silvio Berlusconi e actual secretário-geral do partido do Povo da Liberdade.

Para as Finanças, Enrico Letta (de esquerda) foi buscar um tecnocrata apolítico: o actual director do Banco central italiano, Fabrizio Saccomanni. Uma espécie de Vítor Gaspar, aqui está tudo doido para correr com o Vítor Gaspar, para criar a instabilidade política, para destruir o país. Porque esta miséria de país só está interessada na luta de classes. 

 

Também aqui:

O consenso de Itália, versus os ridículos críticos de Cavaco

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:39

Refrões sábios

por Maria Teixeira Alves, em 28.04.13

You only live twice, one for yourself and one for your dreams.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:09

Exemplos argentinos

por António Canavarro, em 27.04.13

 

Os argentinos são pessoas simples e demonstram-no. Primeiro a dar o exemplo foi Jorge Mario Bergoglio, o Papa Francisco, que tem pontuado os primeiros tempos do seu pontificado com exemplos de imensa simplicidade. Agora soube, sabe-se lá se inspirada no seu compatriota, que a futura rainha holandesa, quer ser tratada pelo seu nome de baptismo: "na rua, todos me chamam Máxima, e não é relevante que me tratem por princesa ou rainha, porque o importante é a instituição que representamos".

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:55

Mudar da ares

por António Canavarro, em 26.04.13

 

Há dias decidi mudar de ares e, em família, zarpar para a Póvoa do Conde, situada na freguesia das Abitureiras, no Concelho de Santarém.

Para comemorar esta decisão "revolucionária" nas nossas vidas, e "acordar" a minha colaboração com o centenário jornal regional, o Correio do Ribatejo, decidi criar um blog, intitulado "Aqui, ali e acolá", onde, longe do reboliço urbano, apresento as minhas visões da terra, da urbe e do mundo. Isto não quer dizer que deixarei de escrever no Farpas, onde graças ao convite da Maria me sinto, também, em casa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:52

Aplausos para Cavaco Silva

por Maria Teixeira Alves, em 26.04.13

 

Não é possível ser intelectualmente honesto e ao mesmo tempo criticar o discurso do Presidente da República. Cavaco Silva fez um discurso sensato, inteligente e apelou ao consenso político, e olha-se à volta e os opinion makers, os políticos, a oposição, os jornalistas, Pacheco Pereira e António Costa dizem mal do discurso porque é um apoio ao Governo e as pessoas querem é deitar o Governo abaixo, querem lá saber do país, querem é deitar o Governo abaixo, por melhor que seja o Governo querem deitá-lo abaixo, porque não faz os favores que interessam. 

Ao menos valha-nos António Lobo Xavier. O único inteligente, de facto. 

 

Deixo aqui algumas das passagens do discurso do Chefe de Estado do país: 

 

«Significa isto que, depois do Programa de Ajustamento, Portugal, à semelhança de todos os outros países da Zona Euro, continuará sujeito a um acompanhamento rigoroso por parte das autoridades europeias, de modo a garantir o cumprimento das regras de equilíbrio orçamental e de sustentabilidade da dívida pública.

Neste cenário, é uma ilusão pensar que as exigências de rigor orçamental irão desaparecer no fim do Programa de Ajustamento, em meados de 2014».

«Ao dramatismo de várias situações de carência, os Portugueses têm respondido com um exemplar trabalho de entreajuda e com uma extraordinária solidariedade.

Os consensos políticos e sociais alcançados contribuem para vencer os desafios que Portugal enfrenta e também para o modo positivo como os credores e os mercados avaliam a execução do Programa de Assistência Financeira».

«É essencial que, de uma vez por todas, se compreenda que a conflitualidade permanente e a ausência de consensos irão penalizar os próprios agentes políticos mas, acima de tudo, irão afetar gravemente o interesse nacional, agravando a situação dos que não têm emprego ou dos que foram lesados nos seus rendimentos, e comprometendo, por muitos e muitos anos, o futuro das novas gerações.»

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:07

Aqueduto das Águas Livres, Lisboa, Portugal

por João Castelo-Branco, em 24.04.13

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:40

s/Título

por João Castelo-Branco, em 24.04.13

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:38

Santorini

por João Castelo-Branco, em 24.04.13

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:34

Há gente para tudo...

por António Canavarro, em 24.04.13

Até para contabilizarem o tempo em que Isaltino está preso.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:35

Vários rojões, garrafas e outros projéteis foram lançados nas forças do Batalhão de Choque, que responderam com gás lacrimogêneo (PHILIPPE WOJAZER)


Acabo de ver o idiota do pivot da SIC a relatar as manifestações contra as leis anti-natureza que o idiota do Hollande aprovou em França (que saudades do Sarcozy). São manifestações violentas que revelam a tirania de Hollande (de certeza que quando a direita voltar o poder em França vai revogar esta lei), mas o jornalista da SIC, conivente com a esquerda, chama a uma manifestação de 50 mil pessoas de manifestação da extrema direita. Que lata!

 

P.S: Este blog é absolutamente contra o casamento gay e a adopção de crianças por homossexuais. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:40

Pág. 1/8




Bloggers convidados

António Canavarro

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Links

Blogs e Jornais que sigo

  •